O trem da amizade

avatar de Luciana Pinsky
Luciana Pinsky

Como meio de transporte de massa, o trem carrega muitas possibilidades. Encontros insuspeitos que levam a grandes histórias de amor, por exemplo (vide a trilogia “Antes do pôr do sol”). Ou a possibilidade do contato – com o outro ou com outro lugar (como Milton Nascimento canta tão bem em “Ponta de areia” e “Encontros e despedidas”). Assim, o trem, costumeiramente visto como meio, pode ser fim. É o que acontece no livro retratado pelo alemão Wolfgang Slawski. No início, Artur ficava na estação de trem da sua cidade, esperando que alguém viesse visitá-lo. Mas isso nunca aconteceu. Cansado, ele decide esperar a tal visita em outra estação. Lá outra pessoa esperava por alguém que nunca vinha. E de estação em estação mais gente juntava-se a Artur em busca de uma visita. E, assim, as pessoas descobrem que já tinham achado o que procuravam. Bonita forma de falar de amizade para crianças pequenas.

O trem da amizade
Editora Brinque-Book
Autoria e ilustração: Wolfgang Slawski
Tradução (do inglês; a língua original do livro é alemão): Gilda de Aquino
28 páginas
R$ 38,60

Veja todas as dicas de literatura infantil da Luciana Pinsky em Ler com os pequenos.