5 Dicas de músicas para brincar com o corpo

avatar de Silvia Lopes
Silvia Lopes

As crianças podem e devem ouvir músicas diversas, além das músicas feitas para criança.

Propor uma variedade de gêneros musicais para crianças pequenas é muito importante, pois vai criando repertório e ampliando um vocabulário musical e corporal – a música como estimulo para brincar com o corpo.

Para isso, além da música infantil, as músicas de culturas populares do Brasil e do mundo, além de outros ritmos diversos, são recomendadas.

Quando falamos das músicas da cultura infantil, somos tocados por uma memoria afetiva. Todo mundo lembra de uma música da infância, cantada pelo pai, mãe, tio, tia, avó, primo, babá, ou mesmo por uma educadora. A música faz parte da construção da nossa história e tem certa magia. É harmonizadora e também agregadora.

Agora vamos apertar o play, ouvir música e brincar com o corpo? Seguem algumas dinâmicas musicas:

1. Minuet em G maior, do Bach

RECEITA: improvisar (inventar na hora). Podemos também brincar de espelho ou siga o mestre.
Dicas: dançar no chão, de joelhos, de barriga, rolando, depois de pé pulando, girando…

2. Vem Morena, de Luiz Gonzaga

RECEITA: Como eles falam no Nordeste, pegar alguém e dar um arrocha, que é um abraço apertado e segurar na mão. Depois é dois para lá e dois para cá. Se estiver sozinho pode pegar uma vassoura ou uma boneca/boneco.

3. Carrapato, da Palhaça Rubra

RECEITA: Brincar de estátua, juntar partes do corpo.

Colocar a música e dançar improvisando. Quando a música parar fazer uma estátua. Depois podemos mudar para as estátuas temáticas, como as de bichos, monstros ou objetos. Para terminar, quando a música parar, falar um nome de uma parte do corpo sendo que a estatua deve grudar a parte falada.

4. A Canoa virou

RECEITA: Com um pedaço de tecido de mais ou menos um metro: uma pessoa fica em cima do tecido e a outra puxa, fazendo uma linda viagem pelo Rio.

5. Samba de roda da Bahia

RECEITA: Em roda, com um samba, uma parte do corpo ficará mole como gelatina e a outra dura na geladeira. Depois, em roda, um do meio sai e escolhe um amigo para dar uma umbigada (que é fazer um gesto de comprimento pela barriga, a sua barriga na barriga do amigo).