Livro “A verdadeira história dos três porquinhos”, de Jon Scieszka

avatar de Luciana Pinsky
Luciana Pinsky

Costuma-se dizer que toda História é a História dos vencedores. São eles que contam os fatos depois do embate e sua visão é a que prevalece, pois como vencedores têm maior poder de comunicação. Se isso faz sentido para a História, será que faz também para as histórias? De certa forma, podemos dizer que os três porquinhos são os grandes vencedores na história deles. Ficaram até com o título!

Este livro, no entanto, mostra uma versão totalmente diferente ao ocorrido. E quem conta é o Lobo Mau. Ele, coitado, só queria fazer um bolo de aniversário para a vovó loba, ficou sem açúcar (e, como sabemos, não dá para fazer bolo sem açúcar) e foi pedir ao vizinho. E quem era o vizinho? Um porquinho sem noção de materiais, pois decidiu fazer uma casa de… palha. Palha que não resistiu, claro, aos espirros do lobo resfriado (vocês acham que lobo não fica resfriado? Fica sim!). A casa caiu, o porquinho morreu e já que estava morto mesmo, o lobo resolveu comê-lo, pois sempre lutou contra desperdício.

Reinventar uma fábula consagrada pode dar um divertido resultado e é isso que ocorre neste delicioso livrinho. Além de um texto muito engraçado (e que apresenta o humor para as crianças, algo não muito comum em livros infantis), as ilustrações tendem ao marrom de lobo e não ao rosa de porquinhos. Ótimo para crianças a partir dos 4 anos.

A verdadeira história dos três porquinhos
Editora Companhia das letrinhas
Autoria: Jon Scieszka
Ilustração: Lane Smith
Tradução (do inglês): Pedro Maia Soares
32 páginas
R$ 37,90

Veja todas as dicas de literatura infantil da Luciana Pinsky em Ler com os pequenos.