divulgação

Visita ao Parque Sabina

Sabina Escola Parque do Conhecimento

Visitar a Sabina Escola Parque do Conhecimento pode ser um programa para o dia todo, por isso dê preferência à roupas e sapatos confortáveis tanto para adultos quanto para crianças.

O espaço desperta a curiosidade com atrações como o pinguinário (onde as aves circulam em um ambiente que simula seu habitat natural), réplicas de dinossauros em tamanho natural (as crianças vão amar), experimentos de física, biologia, o Planetário Johannes Kepler (imperdível), a nave simuladora (que dá aos visitantes a sensação de sobrevoar Santo André até o litoral paulista) e o simulador Fúria da Natureza, que dá ao visitante a sensação de estar em contato com fenômenos como furacões, vulcões e terremotos!

O espaço oferece estacionamento gratuito e não há lanchonete; a dica é levar umas comidinhas para salvar o programa na hora que a fome bater. Abre ao público aos sábados, domingos e feriados que não coincidam com segundas-feiras.

A Patcamargo, do blog Tempojunto, dá algumas dicas para você aproveitar o passeio:

Oi, aqui é a Patcamargo do Tempojunto. Não sei se você já viu nosso blog, mas eu tenho três filhos, que hoje estão com 6, 5 e 4 anos. E desde que o mais velho nasceu eu e meu marido sempre o levamos para todos os lados. Mais ainda, eu sou daquelas que vive procurando lugares legais, diferentes, brincantes para levar meus filhos. Coloco todo mundo “embaixo do braço” e vamos que vamos!

Por isso, foi uma grata surpresa conhecer o Sabina Parque do Conhecimento. Ele fica na cidade de Santo André, pertinho de São Paulo e é um pequeno tesouro para as crianças. A primeira vez que fui, meus filhos tinham 4, 3 e 2 anos. E foi demais! Mesmo no frio (fui em julho) deu para aproveitar muita coisa.

O Sabina é um lugar onde as crianças podem conhecer e experimentar (esta é a parte mais legal) ciência brincando. Eu recomendo para crianças a partir de 2 ou 3 anos, mas os menores também podem se divertir. E seguramente até 12 anos ou mais o Sabina continua interessante. E listo porque:

- O local é muito bem cuidado, sempre limpo, os banheiros organizados e limpos o tempo todo. Os equipamentos estão sempre em funcionamento e prontos para o uso.

- Há monitores em boa parte dos equipamentos que eu chamo de brinquedo-científicos. Eles são muito atenciosos e bem humorados com as crianças e conseguem manter um clima de ordem no parque todo.

- O preço é muito convidativo e crianças entram de graça.

- As crianças interagem o tempo todo com os brinquedos-científicos como instrumentos musicais gigantes; um playground feito de balanços, gangorras, equipamentos de som e eco gigantes e muito divertidos. Todos diferentes do que estamos acostumados a encontrar nos parquinhos.

- Além desses, tem um mini-aquário, com tubarão e vários peixes do mar. Tem um pinguinário muito bom, com vááááários pinguins e a gente pode ver os tratadores cuidando deles. E tem uma área que reproduzem uma praia, com as espécies marinhas (vivas) que encontramos nestas regiões. E o que dizer do mundo dos dinossauros? Meu filho delira sempre. Tem réplicas de dinos, um tanque de areia para fazer escavações compincel, um pterodactilo que voa e emite os barulhos característicos.

- Ainda dá para fazer um passeio simulado dentro do corpo de uma boneca gigante, e em uma nave espacial que simula um sobrevôo até Santos.

- Se você não cansar, na área superior do Sabina há inúmeros equipamentos que simulam as mais diversas experiências científicas, matemáticas e biológicas. Em todas as crianças interagem com os equipamentos. É muito divertido e também ótimo para ver na real o que elas aprendem na escola.

- O planetário e o simulador de clima (com erupção de vulcão, furacão) são as atrações que os amigos do meu filho (sim, eu fui ao Sabina sozinha com 5 meninos. Para ver como o local é seguro e tranquilo) mais amaram.

Bom, se você ficou com vontade de ir, minhas dicas:

- Santo André é bem mais frio que São Paulo. No inverno, leve agasalho para as crianças brincarem na parte aberta do parque.

- Leve lanche. No Sabina não há lugar para comprar comida, mas você pode levar e comer na área reservada para lanches, com mesinhas baixas para as crianças.

- Deixe sua mala tranquilamente no guarda-volumes e passeie leve

- Vá cedo. O parque (infelizmente para mim) só abre após o meio-dia. Chegar até umas 14 horas é o ideal durante a semana (nas férias, o parque abre também durante a semana para os visitantes individuais), para você pegar senha nas atrações mais disputadas, como o planetário. Depois disso, você corre o risco de não conseguir ir em tudo. E no final da tarde, o frio aumenta.

- Prepare-se para ficar no mínimo 3 horas no Sabina, se quiser aproveitar tudo. Mas este é um lugar que vale mais de uma visita.

Programação fornecida pela produção/estabelecimento e sujeita à alteração. Confirme antes de sair de casa.

Horários
Sáb e Dom
das 12h00 às 18h00
A bilheteria fecha às 17h.
Sabina Escola Parque do Conhecimento
Rua Juquiá s/n (entrada na altura do n. 135), Paraíso
Santo André, SP
09181-720
Brasil
11 4422 2001 website do passeio
Ingressos
R$ 20,00 Inteira
R$ 10,00 Meia
R$ 30,00 Inteira com uma apresentação do planetário
R$ 40,00 Inteira com duas apresentações do planetário
Idade recomendada
de 2 a 5 anos
de 5 a 9 anos
de 9 a 13 anos