A parte que falta

avatar de Luciana Pinsky
Luciana Pinsky

Faltava. E na falta ele procura. E na procura sente o aroma de uma flor, conhece lugares, canta e interage com diversos bichos. Mas cadê que acha a tal parte que falta? Uma é grande demais, outra pontuda; uma hora ele deixa cair essa possível parte que falta, na outra a quebra apertando forte demais. E quando pensa que achou, a parte diz que não é parte coisa alguma. E agora? A procura prossegue, a música prossegue, as interações continuam. Até que finalmente acha a parte perfeita, que aceita experimentar o encontro, o encaixe não poderia ser melhor. Juntos, eles prosseguem rápido, muito rápido. Mas… e a canção, as interações, a aventura? Será que dá, de fato, para preencher-se totalmente? E se dá, isso é, de fato bom?

O livro é um daqueles clássicos que nunca deixam de fazer sentido. Para criança de 3,6, 80 anos. Publicado originalmente em 1976, já teve outra edição brasileira, mas recentemente foi reeditado e ganhou grande repercussão ao ser lido pela youtuber Jout Jout. O livro mais conhecido de Shel Silverstein é o melancólico “A árvore generosa”.

A parte que falta
Editora Companhia das Letrinhas
Autoria e ilustrações: Shel Silverstein
Tradução (do inglês): Alípio Correa de Franca Neto
112 páginas
R$ 44,90

  • Veja todas as dicas de literatura infantil da colunista Luciana Pinsky em Ler com os pequenos.