Ano novo com samba no pé e Parangolé

avatar de Maria Manuela Moog
Maria Manuela Moog

Ano novo, vida nova! Não é assim que se diz? Depois de um ano desafiador como foi o de 2020 há ainda mais expectativa sobre o ano de 2021. Mas vamos com calma e começar com pequenas coisas? Que tal fazer aquela limpa no armário?

E aí? Encontrou muita roupa que estava lá no fundo e não serve nem para doar? Que tal transformar este blusão velho ou estas meias furadas em matéria prima para fazer um Parangolé com as crianças?

Os Parangolés de Hélio Oiticica são fruto da experiência do artista com a escola de samba Mangueira. Ele as chama de “totalidade-obra” por ser o ponto culminante de toda a experiência que realiza com a cor e o espaço.

Nos anos de 1960 e 1970 os artistas estavam nessa onda de pensar novas formas de fazer arte, se afastando das velhas construções e caminhando em direção a uma expressão que se aproximasse da vida sendo vivida! Vida em plenitude! Não é tudo o que queremos para 2021?!

Com seus Parangolés, Oiticica tira as obras da parede e as transforma em obras de vestir. O Parangolé tem uma fusão de cores, estruturas, palavras, e imagens e que ganham vida quando vestidas e dançadas.

Não precisa ser um exímio costureiro para elaborá-las! Faz parte da ideia desta obra explorar essa composição que parecem desajustadas mas que revelam toda a beleza ao se expressar pelo movimento! Tá esperando o que? Samba no pé, transformação eParangolé!

Aqui vai algumas imagens para se inspirarem.

por Maria Manuela Moog em colunas, diversos, arte e Percepção.

Maria Manuela Moog é graduada em Artes Cênicas, pós-graduada em Arte e Filosofia pela PUC-Rio e atualmente cursa o Mestrado na Universidade Nova de Lisboa. Se encantou pelo universo artístico aos sete anos quando interpretou um duende na peça de teatro da escola, e desde então é uma operária da arte. Acredita que pessoas interessadas são pessoas interessantes e a melhor forma de absorver experiências é pelo afeto. Por isso, procura criar e fomentar arte em todas as esferas.