Atrações em Bonito com crianças

Vanessa Skilnik

Nossa leitora Izabelle acaba de voltar de Bonito (MS) com as crianças e deu as dicas do que a família mais curtiu por lá.

Cachoeira da Boca da Onça: com 156m de altura, a maior cachoeira do Mato Grosso do Sul é acessível por uma trilha de 4km em meio a mata nativa com 8 quedas e 880 degraus. Vale o esforço! A sede local tem estrutura moderna, piscina de água natural e um almoço maravilhoso no forno a lenha. Idade: a partir de 3 anos (é necessário um nível de condicionamento físico médio). Adultos R$272, crianças até 12 anos R$218, menores de 6 anos não pagam. Das 08:00 às 11:30.

Flutuação no Aquário Natural: após um treinamento na piscina da sede e uma trilha de 400m, a flutuação de 800m começa no deque principal da nascente do Rio Baía Bonita. Água cristalina e perfeita visibilidade para observar vários peixes, animais e vegetação subaquática. A trilha de volta passa pelo rio onde estão os jacarés! Um barco de apoio acompanha o grupo na flutuação. Parada final para as crianças se divertirem na piscina aquecida e um almoço bem servido no restaurante dentro da Reserva Ecológica Baía Bonita. Idade: livre. Adultos R$ 280, crianças até 12 anos R$ 127, crianças até 7 anos R$ 12,70. Das 07:00 às 16:30.

Boia Cross no Parque Ecológico: após uma trilha de 900m através da mata do Rio Formoso, o coração acelera durante a descida em boias individuais. O percurso passa por 8 corredeiras e totaliza 1.200m com acompanhamento de monitor especializado. Ao final, mais uma trilha de 200m até a sede onde tem também um gostoso restaurante. Se tiver tempo, aproveite a estrutura do local com stand up paddle, caiaque e tirolesa! Fica próximo ao Aquário, então é possível fazer os dois passeios no mesmo dia. Idade recomendada: a partir de 7 anos. Taxa de R$110. Das 8:00 às 16:30.

Boia Cross (Izabelle Crespin Wahba)
Boia Cross (Izabelle Crespin Wahba)


Ela se hospedou no Hotel Zagaia e adorou!

Atenção: algumas atividades aceitam crianças pequenas porém maiores de 6 anos costumam aproveitar mais o destino.