Dia das crianças? Dê livro!

avatar de Luciana Pinsky
Luciana Pinsky

Poucos dias para o dia das crianças e você não sabe o que dar de presente? Que tal livros? No ano passado apresentei alguns motivos para escolher livros de presente em ocasiões diversas. Agora conto por que acho que ele é uma ótima escolha para o dia das crianças:

  1. É divertido. Ler é... diversão garantida. Um livro pode ser muito engraçado e estimular o humor da criança. E que delícia ter crianças felizes por perto – sem falar que humor é uma forma de expressão de inteligência. (Um exemplo? A volta dos gizes de cera)
  2. É duradouro. Sabe aqueles brinquedos que elas pedem, ganham, brincam uma ou duas vezes e depois não querem nem olhar mais? Pois é, isso não acontece com um bom livro. Aquelas histórias realmente cativantes atraem as crianças muitas, muitas e muitas vezes. Elas descobrem novos ângulos no texto a cada vez, pois é isso que o livro traz: possibilidades. Não foram poucos livros aqui em casa que já foram lidos dezenas de vezes. Alguns, centenas. (Um exemplo? Eu vou contar como é que foi)
  3. Traz temas relevantes. Não, não estou sugerindo que escolham aquelas histórias ‘politicamente corretas’ ou exageradamente didáticas (nada mais chato do que lição de casa fantasiada de literatura… em qualquer idade). Mas há temas que podem ser tratadas de formas interessantes e nos permitem abordar questões por vias indiretas. (Um exemplo? Super)
  4. Ajuda a conversar. Este é uma variação do motivo anterior. Sentimentos como medo, frustração e outros tantos podem ser mais facilmente abordados depois que a criança leu uma história em que a questão apareceu. Mas evite obras demasiadamente didáticas sobre os sentimentos, melhor as literárias, que chegam aos sentimentos de forma delicada. (Um exemplo? Vazio)
  5. É criativo. A imaginação das crianças é atiçada por livros. Uma boa história faz com que elas viajem com os protagonistas. Não apenas se imaginem lá dentro, mas por vezes montem cenário, figurino e até novos finais. E as crianças um pouco maiores ampliam a percepção de mundo ao se depararem com pensamentos e sentimentos complexos dos personagens. (Um exemplo? A menina dos livros)
  6. Estimula a concentração. Fontes de distração sempre existiram. Mas hoje em dia parece haver muito mais. Ler um livro ou prestar atenção em história que está sendo lida estimula a concentração da criança, algo extremamente importante para.. tudo. (Um exemplo? Mágico de Oz)
  7. É interativo. Como? Sério? Em tempos de joguinhos eletrônicos você vai tentar me convencer que livros são interativos? Sim! Não só tento, como provo. Há livros que convidam o leitor a participar de tal feita que ele se sente conversando com os personagens. (Um exemplo: estamos em um livro)
  8. Aumenta o vocabulário. Há palavras que se casam bem no papel, mas que raramente saem de nossas bocas. São palavras iminentemente escritas. Quando lemos para as crianças, todas essas palavras represadas ganham forma e elas passam a conhecer um vocabulário diferente, a que dificilmente teriam acesso de outras formas. Repare: uma criança que costuma ouvir histórias de livros (ou melhor ainda, que já lê) tem vocabulário muito mais rico e, portanto, se comunica melhor. Pois ela passa a ter mais recursos para expressar seus desejos, vontades, frustrações, medos etc. (Um exemplo? Viagem ao céu)
  9. Ensina. Novamente: não estou falando de livro didático aqui. Mas bons livros de literatura sempre ensinam. Podem remeter a um lugar distante, pode contar novidades sobre bichos, pode brincar com as palavras e ajudar na alfabetização… Pode tanto! E tudo de maneira prazenteira. (Um exemplo? Deu zebra no ABC)
  10. É fácil de transportar. Ok, é verdade que carregar MUITOS livros pode ser complicado. Mas levar os dois ou três preferidos da criança pode ajudar muito em uma viagem. Na hora em que ela ficar “entediada” (é incrível como esta palavra parece se repetir na boca das crianças), sugira que ela leia ou leia para ela. O tédio passa rapidinho.

Veja todas as dicas de literatura infantil da Luciana Pinsky em Ler com os pequenos.