Férias inesquecíveis: viagem de ski com as crianças

Lina Brochmann

Fazer uma viagem de ski com as crianças é sinônimo de férias sem consumo, foco no esporte, superação de desafios, natureza e convívio familiar. Atributos que não troco por nada!

Como toda viagem, o planejamento detalhado é fundamental para o sucesso, então vamos às dicas.

Destinos

Férias de julho, hemisfério sul (Argentina e Chile), férias de janeiro e carnaval hemisfério norte (Estados Unidos, Canadá, Suíça e França). Há uma infinidade de estações, para todos os gostos e bolsos.

As do hemisfério sul oferecem estrutura e neve inferiores porém costumam sair mais em conta e para esquiadores de primeira viagem podem ser uma ótima opção; além disso tem a facilidade do idioma. Com fácil acesso a apenas 35km da capital chilena, Valle Nevado registou 65% de turistas brasileiros na última temporada.

No hemisfério norte são infinitas as possibilidades - Whistler no Canadá, Aspen, Vail, Jackson Hole e Park City nos Estados Unidos são as mais bem cotadas. Em comparação às estações europeias ganham ponto no quesito organização e estrutura de aulas de ski para crianças; para quem quer aproveitar e proporcionar uma imersão no inglês é uma boa pedida! Por outro lado, na Europa a viagem de ski pode ser combinada com turismo cultural - que tal uns dias em Paris, Genebra ou Milão? - e boa gastronomia. Algumas estações bacanas são Verbier, Zermatt e Crans-Montana na Suíça, Megeve, Avoriaz e Ler Arcs na França.

Crans-Montana, Suiça. Acervo pessoal.
Crans-Montana, Suiça. Acervo pessoal.

Hospedagem

Devido à praticidade, a rede francesa Club Med é a queridinha dos brasileiros ao se tratar de viagem de ski na Europa. Com pensão completa, monitores para as crianças, aulas de ski incluídas, opção de transfer e de aluguel de equipamento, é um tiro certeiro. Pode sair um pouco mais caro do que contratar tudo separadamente e o turista acaba abrindo mão do charme e da gastronomia local já que a alimentação e o lazer acabam ficando restritos ao hotel. Importante!! As regras variam de um resort para outro da rede, alguns não oferecem aulas de ski para crianças, outros não tem Mini Club para os pequeninos, então preste bem atenção antes de fechar o pacote! Também na Europa, a rede Pierre et Vaccance oferece hospedagem com ótimo custo-benefício.

Dicas preciosas

Lembre-se: você irá encarar temperaturas baixas, a bota de ski é desconfortável, para os iniciantes (e também para os experientes!) as quedas fazem parte do aprendizado. Explique bem às crianças para que estejam preparadas para os “perrengues”.

Tenha consciência de que há possibilidade de seus filhos não gostarem de toda função de casaco-luvas-gorro-capacete-botas… alinhe suas expectativas e tenha um plano b! Considere um destino com outras atrações além do ski como patinação, parque aquático coberto ou passeio à cavalo.

Na escolha do destino, pesquise bem a altitude da estação (quanto mais alta, mais chance de neve!) e o histórico de neve para o período que você procura (ex: Natal e Ano Novo tem chance de você perder a viagem, chegar na estação e encontrar lindas montanhas verdes em vez de neve!).

Evite roubadas! Hospede-se “na boca do gol”, ou seja, o mais próximo possível (leia-se “alguns metros”) do ponto de encontro das aulas de ski, reserve o primeiro dia para descansar da longa viagem, se ambientar e alugar equipamento.

Reserve com antecedência as aulas de ski e os tickets de acesso às pistas. Aluguel de equipamento pode ser feito na chegada à estação. Recomendo levar todas as roupas necessárias (na Decathlon há boas opções com preços atrativos) - veja abaixo uma sugestão de checklist para a mala.

checklist para viagem de ski
checklist para viagem de ski

Tudo pronto? Então… voilá! Prepare-se para uma viagem inesquecível, visuais paradisíacos e momentos que ficarão guardados para sempre na memória das crianças!