Está na hora de ter um pet?

Juli Di Segni

Olá pessoal, eu sou a Juli. Sou médica veterinária e trabalho com pequenos animais há 20 anos. Sou apaixonada pela medicina veterinária e acredito que o amor pelo que faço é um dos tesouros que carrego em minha vida. Atendendo e convivendo com diversos pets e famílias, mantenho olhar especial para as famílias com crianças.

Difícil encontrar uma criança que não peça um pet, né? Mas já digo, cuidado para não adquirir um pet sem ter a certeza que você realmente quer e pode assumir com esta responsabilidade.

Fui procurada pelo bora.aí para aconselhar famílias que estão buscando um pet, pensando sobre o tipo de animal e ponderando alguns fatores que julgo relevantes.

O primeiro conselho que dou é que precisa realmente querer. Saber que qualquer pet que você escolha fará parte da sua família e que eles serão, com raras exceções, animais de companhia. E aqui estabelecemos a relação mútua.

Comum ouvir falar que uma família quer ter um gato pois ele vive bem sozinho e não precisa de companhia. Não é verdade! Não podemos comparar a vida domiciliada, com a vida selvagem. Assim como, adquirir um cachorro e a família estar fora de casa o dia todo deixando este animal ficar sozinho por longos períodos não será benéfico, e este cão, muito provavelmente, terá crises de ansiedade.

Antes da decisão, precisamos primeiramente conhecer aquela espécie e ter certeza que os cuidados que devemos ter com ele (companhia, passeios, alimentação, veterinário) cabem na nossa rotina e no nosso bolso.

Um pet nos faz conhecer o AMOR VERDADEIRO E INCONDICIONAL, A COMPAIXÃO, A RESILIÊNCIA, A FIDELIDADE. Como todos nós, eles também ficarão velhos e irão necessitar de mais atenção, medicamentos de forma contínua, compreensão, gastos e visitas ao seu veterinário.

Nós, adultos, e não as crianças, estaremos a frente desta relação. E posso dizer que é a mais linda e pura relação que existe neste universo pouco conhecido.

Nas próximas colunas apresentarei algumas opções de pets que você poderia considerar. Como exemplo os peixes, répteis, pássaros, roedores, furões e porquinhos na índia. Falarei sobre raças de cachorros, adoção e o que mais quiserem saber!

Se tiverem qualquer dúvida ou assunto que queiram que eu aborde, comentem aqui ou nos meus posts das redes sociais que tentarei responder.

Ah! Não mencionei que sou mãe de 2 crianças e 3 gatos. Espero ajudar vocês!

por Juli Di Segni em colunas, Pets e crianças.

Juli Di Segni é Médica Veterinária, pós graduada em Odontologia Veterinária, clinica médica e cirúrgica. Membro da ABOV - Associação Brasileira de Odontologia Veterinária e da Anclivepa - Associação de Clínicos Veterinários de SP. Instagram @vetfriendly_veterinaria e @julidisegni_vet.