Ilusionismo, magia, fantasia

avatar de Talita Pryngler
Talita Pryngler

Fomos assistir no teatro Alfa em São Paulo o espetáculo Num passe de música, criado e encenado por uma dupla talentosíssima formada pelo mágico Ricardo Malerbi e o músico Flávio Tris. Os artistas conceberam um novo conceito de espetáculo chamado de “número canção” onde todos os números de mágica são acompanhados por uma narrativa, tendo canções compostas e interpretadas pelo Flavio para cada um deles. Não dá para não vibrar com alguns números que Ricardo encena, ele é capaz de suspender a fronteira entre realidade e ilusão fazendo levitar nossa percepção, deixando adultos e crianças fascinados. Dessa forma, acontece um incrível diálogo entre a música, a mágica e o público

O espetáculo além de ser maravilhoso e impressionante toca num elemento muito presente e importante da infância: o brincar, a magia e a fantasia. Como diria Winnicott, o que de fato caracteriza uma criança saudável é a sua capacidade de brincar, criar e fantasiar dando vida aos brinquedos e utensílios. Assim, ela é capaz de subverter os objetos e suas características concretas dando à eles magicamente um sentido e principalmente uma função na elaboração psíquica de seu próprio enredo. Quando brincam, adquirem poderes extraordinários capazes de com a força do pensamento ou com o toque das mãos curar dores, lançar feitiços, viajar no tempo alcançando lugares inimagináveis. Os “super-poderes” da infância criam uma ponte entre realidade e o sonho acordado e com eles é possível, ancorado no presente, visitar o futuro ou o passado, desejar grandes feitos, dar conta dos grandes mistérios da vida trazendo um respiro de beleza e (cri)ação frente aos desafios cotidianos que a vida propõe aos pequenos. A magia, a música, e o brincar são poderosos elementos de expressão da infância, da arte e da cultura.

Um espetáculo de mágica encanta justamente por produzir feitos impossíveis aos olhos de todos! São adultos fazendo mágicas, são adultos desafiando nossa percepção, nos fazendo sonhar acordados, brincando com objetos comuns, tirando moedas das orelhas e cabelos e flores de todos os cantos. Num passe de música se produz magia e beleza, harmonia e esperança que alimenta a roda da vida, da arte e da infância.

Nota da editora: O espetáculo Num passe de música está em cartaz no Teatro Alfa sábados e domingos às 17h30 até o dia 29/4.

por Talita Pryngler em colunas, experiências.

Talita Pryngler é psicóloga (PUC-SP), psicanalista (Sedes Sapientiae) com especialização em educação de 0 a 3 anos (ISE - Vera Cruz) em desenvolvimento motor (Núcleo do Movimento - André Trindade) e Intervenção preciosíssima de bebês e seus pais (Instituto Langage). Idealizou e coordena o Espaço Bebê da Hebraica, é consultora na área desenvolvendo projetos para primeira infância e atende em consultório particular crianças, adolescentes e adultos. Atualmente integra o corpo de professores do instituto Gerar de psicologia perinatal. É mãe de duas meninas e adora o universo da infância.