Mapa Mundi, uma atividade para a geração da globalização

avatar de Maria Manuela Moog
Maria Manuela Moog

Outro dia me deparei com um grande mapa mundi pendurado na parede! Observando-o fui transportada por diversos lugares que atravessaram minha memória assim como meus sonhos.

Estando longe de casa olhei aquele país continental ao sul do mapa com um suspiro saudoso. Vi o poderoso e pequenino continente em que me encontro com espanto. Que danados! Tentei enxergar o grande continente bem no centro do mapa não com o olhar estereotipado que nos foi ensinado mas em toda sua complexidade, cores, riquezas e atualidades. Todas aquelas ilhas em meio ao Pacífico me fascinam pelos mistérios que guardam e que desejo desvendar. Inclusive, já parou para pensar que nome lindo este para um grande Oceano?! Pacífico…

Depois dessa viagem sem sair do lugar, vi em detalhes as bandeirinhas organizadas abaixo do globo. A que mais gosto é a do Japão. Sempre gostei! A Terra do Sol Nascente traduzida no minimalismo típico desta cultura que é lindo de ver! Também amei o geometrismo da bandeira da Guiana, país tão próximo a nós Brasileiros e meio que esquecido. Outras que não conhecia e me encantei: Malawi , Seicheles e Palau. E a subversiva bandeira do Nepal que se negou ao formato retangular ? Demais!

Não consegui olhar para estas bandeiras, todas elas, das mais famosas às mais desconhecidas, e não pensar em obras de arte. As bandeiras são uma composição de cores e formas que revelam a síntese afetiva de cada lugar!

Pensei como foi feita esta decisão. Grandes fóruns de homens engravatados? Será?

Então pensei como seria a minha bandeira, do meu país Maria Manuela, ou como seria a bandeira da minha família.

Assim, proponho esta atividade para cada um. Fazer sua bandeira individual ou a bandeira da sua família. Além da sua criatividade e sensibilidade, basta:

- Harmonizar as cores (preto, branco, azul, vermelho, verde e amarelo)

- Compor com as formas em um pequeno retângulo (ou não, como provado pelos nepaleses).

- Se quiser, pode haver desenhos (ex: Butão, Canadá, Zambia) ou escritas (ex: Brasil, Arábia Saudita, Haiti) ou um brasão (ex: Croácia, Angola, Portugal).

Depois, enviem as coordenadas para eu preparar o visto! Com certeza será uma divertida viagem!

Imagem de capa stokpic por Pixabay

por Maria Manuela Moog em colunas, atividades em casa, Arte e Percepção.

Maria Manuela Moog é graduada em Artes Cênicas, pós-graduada em Arte e Filosofia pela PUC-Rio e atualmente cursa o Mestrado na Universidade Nova de Lisboa. Se encantou pelo universo artístico aos sete anos quando interpretou um duende na peça de teatro da escola, e desde então é uma operária da arte. Acredita que pessoas interessadas são pessoas interessantes e a melhor forma de absorver experiências é pelo afeto. Por isso, procura criar e fomentar arte em todas as esferas.