Tocar, sentir, relaxar

avatar de juliasantos
juliasantos

Expansão e recolhimento estão nas ondas do mar, nas fases da lua, em tantos outros momentos que permeiam os ritmos da natureza. E no nosso corpo também. Tão importante quanto o movimento expansivo, o movimento de recolhimento também nos faz aprender muito do nosso corpo, do corpo do outro, conhecer nossos muitos ritmos.

Portanto, trazer para a criança no seu dia a dia o descanso, a quietude, o relaxamento, é fundamental.

Inspirar. Expirar. Respirar.

Tocar. Sentir. Habitar. Silenciar.

Propomos aqui algumas ideias para criarmos momentos no dia a dia de cada família que tenham o propósito de relaxar.

Com uma música bem calma, iniciamos deitados de barriga para cima com as mãos na barriga. Inspiramos o ar e percebemos a barriga encher e, ao expirar, esvaziar. Podemos imaginar que estamos cheirando uma flor (inspirar) e assoprando uma vela (expirar). Depois podemos colocar as mãos no peito e tentar escutar o nosso próprio coração. Será que conseguimos escutar o coração uns dos outros?

Com os olhos fechados, o adulto pinga uma gotinha de água, uma “gotinha de carinho”, na testa da criança e, ao pingar, diz que ela começará a percorrer o corpo por dentro colorindo tudo de uma cor que escolher. O corpo todo, então, se colore e entrega seu peso ao chão para relaxar. Essas gotinhas podem também ser feitas nas costas, nas mãos, podem criar desenhos na pele.

Assim, o uso de materiais também pode ser bastante interessante para propiciar novas sensações e um estado corporal de relaxamento nas crianças e adultos. Cada família pode criar seu “kit relaxamento” em casa e incorporar no seu dia-a-dia esses momentos de pausa tão necessários para todos no corre-corre da vida contemporânea.

Esses materiais podem tanto ser experimentados individualmente quanto na relação a dois, um fazendo carinho/massagem no outro percebendo como esse objeto no contato com a pele de forma sutil pode gerar uma sensação prazerosa, de leveza, que faz o corpo aquietar. Um jeito bem gostoso de habitar esse espaço do relaxamento é quando adulto e criança fazem juntos e, assim, vão descobrindo como o corpo brinquedo também gosta de se acalmar. Indicamos, agora, alguns materiais que podem compor esse kit relaxamento:

  • Conta-gotas com água dentro
  • Pincéis com cerdas bem macias
  • Algodão
  • Bolinhas pequenas de plástico
  • Penas coloridas
  • Rolinhos de pintura
  • Tecidos bem macios como o voil

Escutar o coração batendo; perceber a barriga se mexendo; sentir uma gotinha acarinhando; uma pena afagando; um pincel pintando; um tecido colorindo; uma bolinha rolando; pele com pele deslizando.

Assim o corpo se aquieta, silencia, se escuta, escuta o outro. Relaxa.

por juliasantos em colunas, corpo brinquedo.

Julia Santos é integrante do grupo Balaio de pesquisa, ensino e assessoria em cultura corporal infantil e professora especialista de dança em escolas de educação infantil e ensino fundamental. É mestre em Artes pelo Programa Estética e História da Arte-USP. Atua também como criadora-intérprete na “ Cia Meu Corpo, Meu Brinquedo”, grupo de pesquisa e criação em dança para crianças.