Viajando com crianças, hotéis na África do Sul

Vanessa Skilnik

Durante a viagem para a África do Sul nos hospedamos em cinco hotéis diferentes. Entre locais mais rústicos ou luxuosos, menores ou maiores, mais ou menos amigáveis para as crianças, saiba como foi nossa experiência em cada um.

GONDWANA GAME RESERVA (Mossel Bay, Western Cape)

Visão Geral Gondwana Game Lodge
Visão Geral Gondwana Game Lodge

O hotel é excelente e superou todas as nossas expectativas no quesito beleza natural, experiência de safari, serviço e acomodações. O hotel é a base para a Gondwana Conservation Foundation (GCF) uma organização sem fins lucrativos que promove a conservação dos animais e da vegetação local, Fynbos, um dos tipos de vegetação mais ameaçadas no mundo. A GCF educa e treina a comunidade local para gerar empregos enquanto protege a fauna e flora da região. Os safáris (a partir de 6 anos) acompanham os animais e trabalho da Fundação, bem explicados pelos guias da reserva. As famílias são acomodadas em amplas vilas com 3 suítes, sala, varandas e cozinha (que tem pouco uso já que todas as refeições são realizadas no restaurante do hotel). O guia Eugene, que nos acompanhou durante os safaris diários (6:00 e 16:00 com duração média de 3 horas), é um biólogo que conhece muito o local e bem preparado para todas as nossas perguntas e curiosidades das crianças – que durante os passeios aprenderam muito sobre botânica, ecossistema, animais e saíram motivadas a saber mais. No primeiro dia de safári já vimos leões, zebras, hipopótamos e diversas espécies de antílopes. Em outra ocasião fomos especificamente atrás das girafas. O hotel oferece facilidades como menu kids, foi onde minhas filhas comeram melhor, jogos no quarto e um programa especial de uma hora na reserva exclusivo para as crianças. O ambiente do hotel é tranquilo e propicia que a família fique junta. Adoramos e voltaríamos a este hotel!

  • 50 km do Aeroporto de George (GRJ) ou 500 km da Cidade do Cabo
  • Baby sitter disponível como extra
  • Diárias a partir de U$170 por adulto, crianças entre 6 e 12 anos pagam 50% - inclui todas as refeições, chá da tarde e dois safaris por dia

ONE MARINE HOTEL BOUTIQUE (Hermanus, Western Cape)

Sacada do hotel
Sacada do hotel

Hermanus é uma calma cidade litorânea, onde moram muitos aposentados em casas maravilhosas ao longo da costa, considerada um dos melhores pontos do mundo para observação de baleias. Nos hospedamos neste hotel boutique charmoso e aconchegante, com apenas 5 quartos com vista para Walker Bay. A Nicole, responsável pelo atendimento aos hóspedes, fez de tudo para nos agradar, incluindo buscar uma massa em um restaurante próximo para o jantar das minhas filhas cansadas para irem a um restaurante. Oferece um gostoso café da manhã, sem exageros, e algumas opções de lanches durante o dia. O hotel tem vários detalhes bacanas: celular e mini ipad (que fez a alegria das crianças) no quarto a disposição dos hóspedes, almofadas em formato das baleias que simbolizam a cidade e “honesty bar” em todos os andares - onde os hóspedes podem pegam o que querem e deixam anotado o consumo dos poucos itens que são cobrados a parte. Nas noites mais frias do inverno uma lareira na sala garantia o conforto. Nos encantamos pela cidade, adoraria ter ficado mais tempo por lá hospedada neste mesmo hotel.

  • Tarifas de U$135 (quartos bem pequenos) a U$ 232 para dois, com café da manhã
  • Para uma família de 4 é necessário reservar 2 quartos

BLACKHEALTH LODGE (Cidade do Cabo, Western Cape)

Entrada da Guest House na Cidade do Cabo
Entrada da Guest House na Cidade do Cabo

É do mesmo dono do hotel em Hermanus, porém é mais antigo que o One Marine e segue uma proposta mais simples. Fica em um bairro residencial a menos de 10 minutos de carro do V&A Waterfront, um dos principais pontos turísticos. Como o Uber funciona muito bem por lá, ir e vir de qualquer é muito fácil! O café da manhã é enxuto e gostoso e as refeições no local devem ser encomendadas de restaurantes - há diversas opções de cardápios na recepção - e neste caso a equipe monta uma mesa caprichada para as refeições que vem de fora. O hotel tem vans à disposição para tours e transfers (custos a parte) e contratamos este serviço por um dia para nos levar para os passeios nas cidades próximas. O serviço é eficiente e simpático. Se viajar em família, reserve o local se o apartamento familiar amplo estiver disponível, que tem uma sala de convivência e dois quartos. Nós inicialmente o reservamos, mas como mudamos a data da viagem com pouco prazo, tivemos que trocar por 2 quartos de casal que eram muito pequenos.

  • Diárias apartamento família à partir de U$380 e suítes para casal U$230

KLASSERIE RIVER LODGE (Reserva privada, Kruger)

Entrada do Klasserie River Lodge
Entrada do Klasserie River Lodge

Devido à alteração da nossa data de embarque perdemos o hotel inicialmente reservado e conseguimos disponibilidade neste lodge no último minuto. Confesso que, a primeira vista, nos assustamos com a simplicidade do local, mas a equipe simpática e genuinamente empenhada em agradar foi mudando nossa opinião. Os quartos eram limpos, funcionais e com cama confortável. A decoração é básica, apenas um rádio para se comunicar com a recepção e não tem isolamento total entre quarto e banheiro. A localização, dentro de uma reserva privada as margens do Rio Klasserie, é ótima e pudemos ver vários animais na próprio espaço do hotel (foi aqui que o hipopótamo nos acordou, e adoramos). Os hospedes também tem acesso à reserva de Thornybush, onde são realizados os 2 safaris diários inclusos na diária. Fomos sempre guiados pelo Herman, guia do hotel, um apaixonado pelo que faz, que vibra com cada acontecimento como se fosse a primeira vez e procura os animais com afinco para vermos tudo! Ele conhece bem todos os animais da região, incluindo as aves, e ainda andava com um catálogo enorme para consultar ou nos mostrar mais detalhes sobre qualquer animal que encontrávamos. Também o contratamos (extra) para o safari de um dia dentro do Parque Nacional. As refeições inclusas na diária são servidas pontualmente com um chamado de tambor, quando os hóspedes são acomodados simultaneamente em mesas compartilhadas e onde servem um cardápio fixo típico da região. Os jantares são servidos ao ar livre com uma lareira ou no espaço de conveniência. Não há nenhuma opção infantil, exceto um macarrão quando pedido com antecedência, o que restringe as opções para crianças ou adultos com paladar mais limitado e a liberdade de escolher o que comer e o horário de refeições. Com tudo isto, esta hospedagem acabou sendo uma experiência divertida e diferente de todas as outras. Recomendo este hotel se não busca mordomias e luxo, mas uma boa base para explorar a região , uma experiência autêntica africana e atendimento bastante amigável.

  • Diárias à partir de U$200/ adulto e U$100/criança
  • 16km do aeroporto de Hoedspruit (HDS)

TAMBO PREMIER HOTEL (Johanesburg)
Hotel urbano 4 estrelas próximo ao aeroporto, ideal para pernoite já que os voos para o Brasil saem de manhã. Quartos confortáveis, amplos e bem equipados. Oferece transporte de/para o aeroporto. Bom café da manhã. Ótima opção para uma noite de sono caprichada antes de encarar o voo da volta com as crianças!

  • Diária a partir de U$100/casal, necessário 2 quartos para acomodar a família

Foto Capa: Gondwana Game Lodge (Vanessa Skilnik)