Flor do Cambuí colore o cerrado e ilumina Brasília

Vanina Pinheiro
Cambuí em frente à PGR
Cambuí em frente à PGR

Elas estão por todas as partes. Do alto da copa de grandes e médias árvores, dando mais colorido e beleza à cidade. As flores amarelas do Cambuí, contrastam com os diversos tons de verde das folhagens agraciadas com intensos dias chuvosos.

Depois da temporada de ipês, a floração dos Cambuís acalenta o coração, conforta o olhar, acalma a alma. Não me canso de olhar e admirar!

Obrigada cidade linda por nos proporcionar mais esse espetáculo de beleza natural que ganha destaque ainda maior quando inserido em cenários compostos por céu esplêndido, obras do arquiteto ou azulejos de Bulcão.

Você sabia que o Cambuí é uma árvore nativa de Mata Atlântica que se adaptou bem ao solo brasiliense? Com grande porte, copa arredondada e densa, o Cambuí difere da Sibipiruna cujo porte é menor e a copa mais irregular.As árvores plantadas próximo à PGR ficam ainda mais chamativas graças ao tratamento dado pela Novacap. O tratorista Rafael Leite é responsável por limpar e aparar o mato em volta do caule delas, deixando ainda mais belo o contraste entre o verde o dourado.

Segundo o diretor do Departamento de Parques e Jardins da Novacap, Raimundo Silva, a intenção é disseminar a beleza que a árvore proporcionada para outros cantos do Distrito Federal. O viveiro da Novacap possui hoje 150 mil mudas que serão espalhadas por todas as regiões administrativas.

A primeira florada do Cambuí leva de 3 a 5 anos e pode durar 60 dias! Lindo! Já conheciam?

*Com informações da Agência Brasília e Jornal de Brasília