A vaca voadora

avatar de Luciana Pinsky
Luciana Pinsky

Uma tia que faz maravilhas na cozinha e outra que faz milagres em seu laboratório (milagres não, posto que é cientista!). Pode ter um lugar mais divertido para um menino crescer? E se às tias talentosíssimas se somar uma vaca que voa? É esta história que nos conta Lalau, o menino que mora em uma casa em que o comum é o incomum (e vice-versa). Lançado originalmente em 1972, “A vaca voadora” povoou a imaginação infantil de várias gerações. Além da história divertida, o texto é uma delícia com uma pitada (generosa) de graça e uma confiança incrível na capacidade da criança de ontem e de hoje. Ao narrar, por exemplo, um raro momento de harmonia total, Edy Lima escreve: “Era a felicidade geral naquele instante, dentro da sala. Não para sempre. Porque nada é parado. As coisas, os fatos e a vida da gente escoam e variam com as circunstâncias e o tempo. Vai daí, a felicidade também escoa. E se assim não fosse, como a gente saberia quando está feliz?” Como, não é? Para leitura compartilhada a partir dos 7 / 8 anos. Para leitura autônoma a partir de 10 anos.

A vaca voadora
Editora Global
Autoria: Edy Lima
Ilustrações: Michele Iacocca
112 páginas
R$ 42