Imagine na Copa

Drica Lobo

O clima de Copa do Mundo estava proibido com tantas manifestações políticas. Há duas semanas, a animação e a vontade de torcer devagar foi voltando.

Na semana passada, com o amistoso da seleção brasileira em São Paulo, o estádio teve seus lugares esgotados de maneira lenta e gradual. A ajuda dos pais foi importante para as crianças começarem a entrar no clima da Copa do Mundo. Elas, ao contrário de todos, estão animadas para o evento mundial que vai rolar a partir desta semana. Encheram o álbum de figurinhas e com ele aprenderam a trocar, brincar de “bafo”.

No jogo amistoso da seleção já pudermos ver milhares de familias juntas que nunca imaginaram ir a um estádio de futebol. Esta Copa para pais e filhos tem tanto a ensinar, aprender e juntos ampliarem as histórias, as emoções e o conhecimento de nação, do povo, da nossa história. Um legado que as crianças jamais vão esquecer. Serão 12 cidades-sedes, imagine cada uma com sua particularidade, seus costumes, seus locais geográficos, sua bandeira, sua história e seu povo? Aqui em São Paulo temos muitos imigrantes onde é possível achar influência de quase todos os países que chegaram para disputar esse mundial.

O site da FIFA é um bom começo, onde podemos pesquisar. Comece com a história do nosso país, relacionada com o seu futebol e conheça nosso time de “soldados” e seus “heróis”. Dá para conhecer os times adversários, seu país, sua cultura. Outro lugar de pesquisa é o Museu do Futebol que preparou uma exposição inédita sobre os bastidores do futebol, BRASIL 20 COPAS. Para quem for, a exposição abre com duas perguntas: por que ganhamos e por que perdemos? Uma questão do mundo atual, que tem tanto a ensinar às nossas crianças na escola, nos esportes, nos desafios.

Depois dá para preparar jogos da memória, cadernos de desenhos, álbuns de recortes, caça ao tesouro onde as perguntas são mais interessantes do que apenas sentar no sofá, pedir pipoca e torcer.

Gostou das dicas? Leia mais em Jardins da Infância - Meninos do Futebol.