Vamos brincar? Guia de espaços lúdicos em São Paulo.

Lina Brochmann

Faz-de-conta, fantasia, pés descalços, mãos na tinta. Brincar é coisa séria, fundamental no desenvolvimento das crianças e as vezes deixado de lado pela rotina maluca que vivemos em São Paulo.

Iniciativas como a Aliança pela Infância, Instituto Alana, Jardins da Infância e Slow Kids tem trazido para o debate a importância do brincar, da infância livre, do lúdico. Nessa onda surgem diversos espaços que se propõem a resgatar a “brincadeira de antigamente” e ao mesmo tempo ajudar a compor a logística das famílias paulistanas.

O bora.ai fez um guia de espaços para brincar. Já são mais de dez iniciativas espalhadas pela cidade, dê uma espiada em http://bora.ai/guia/brincar.

Contamos com a sua ajuda para construirmos um guia completo; se você conhece algum local que não está listado, comente aqui nesse post ou escreva para nós no redacao@bora.ai.

Obrigada!