Vitrine Coco Chanel Farol Santander Fifi Tong

Exposição “A Arte da Moda – Histórias Criativas” no Farol Santander

Farol Santander

já aconteceu

​Vistamos com as crianças a exposição “A Arte da Moda – Histórias Criativas” no mesmo dia da visita à mostra “O Jardim das Maravilhas de Miró”, ambas no Farol Santander em São Paulo.

Dividida entre 2 andares, a mostra de moda não é pensada especialmente para os pequenos, mas eles acabaram adorando, e eu mais ainda.

A exposição conta a história de estilistas e marcas de destaques, como Coco Chanel, Christian Dior e Coleção Rhodia, trabalhos de ateliês no Brasil e na Europa e relações entre arte e moda. São 170 itens como vestidos, casacos, acessórios, fotos, vídeos de coleções clássicas e contemporâneas, com curadoria de Giselle Padoin.

Destaco aqui o que mais chamou a atenção das crianças:

  • Um ambiente interativo, com mini roupas inspiradas nos estilistas da mostra e bonecas feitas de imã, onde as crianças ficaram montando looks;
  • O vestido que a Tarsila do Amaral usou em seu casamento com Oswald de Andrade, exibido pela primeira vez ao público;
  • O Autorretrato da artista;
  • Um tear gigante;
  • Peças da Coco Chanel;
  • Roupa da coleção “A Costura do Invisível”, de Jum Nakao;
  • Obras de artistas plásticos neoconcretistas, que criaram estampas para a marca na época: duas tapeçarias de Genaro de Carvalho, gravuras de Hércules Barsotti; Manabu Mabe; Alfredo Volpi e uma pintura a óleo de Ivan Serpa;
  • Muitas fotos interessantes contando os bastidores de ateliês e desfiles de moda.
Pianel para montar looks
Painel para montar looks
Opções de looks interativos
Opções de looks interativos

Confira os detalhes da exposição:

No 20º andar, encontramos uma linha do tempo mostra os grandes nomes da moda francesa e brasileira por meio de registros fotográficos históricos e itens como bijuterias de Yves Saint Laurent e um corset da coleção “A Costura do Invisível”, de Jum Nakao.

O Acervo da Coco Chanel reune fotos e peças como sapato, bolsa, colar, camélias e perfume, além de livros como Madame Bovary, de Gustave Flaubert (Edição de 1936), uma das obras que inspirou a estilista.

No núcleo Mulheres Modernas Tarsila do Amaral, está capa branca forrada de veludo e o corset do vestido de casamento da artista brasileira feito pelo estilista francês Paul Poiret, em 1926 - pertencente ao acervo da Pinacoteca do Estado de São Paulo. Ao lado está o quadro Autorretrato, manteau rouge (1923), pintado em óleo sobre tela e pertencente à Coleção do MNBA do Rio de Janeiro, e objetos pessoais da artista.

O Acervo Fernanda Nadal tem amostras de bordado Lunéville, técnica francesa de alta-costura adotada pela designer paranaense.

Um ambiente reúne fotos históricas e ilustrações de Moda Art Déco feitas por artistas franceses como George Barbier e Georges Lepape, dos anos 10 e 20, além de capas da revista Vogue dos anos 20.

E o andar termina com uma galeria de vídeos dos ateliês da Maison Dior, registros dos 25 anos da São Paulo Fashion Week e o filme “Haute Couture” (1949), de Henri A. Lavorel, que mostra Christian Dior nos bastidores e o trabalho dos ateliês de alta-costura dos salões da Maison.

O ambiente interativo onde as crianças ficaram montando looks está no 19º andar.

No andar estão expostos 10 vestidos da Coleção Rhodia das décadas 60 e 70, pertencentes ao acervo do MASP, desenvolvidos por designers e estilistas com a colaboração de artistas da época como: Dener Pamplona, Alceu Penna, Ugo Castellana, Fernando Martins, Hércules Barsotti, Alfredo Volpi e outros. As cinco obras de artistas plásticos neoconcretistas também estão por lá, além do tear e vídeos do trabalho de tecelagem manual realizado nos centenários teares do distrito de Muquém (MG), em parceria com o tecelão Renato Imbroisi.

Para finalizar a mostra, o núcleo O Futuro da Moda apresenta fotos e vídeo da coleção de Jum Nakao, “A Costura do Invisível”, apresentada em junho de 2004, na SPFW e três peças produzidas em tecnologia 3D pela designer mineira Gláucia Froes.

Protocolos de segurança e saúde

  • Medição de temperatura e tapetes sanitizantes e secantes para ingresso no prédio
  • Obrigatório o uso de máscaras
  • Dispensers de álcool em gel disponíveis em todos os andares do edifício
  • Sinalizações para que todos respeitem o distanciamento de 1,5 metro
  • Reforço do serviço de limpeza e higienização de todo o prédio
  • Horários, ocupação e tempo máximo de visitação ao prédio reduzidos - confira antes de sair de casa

Confira mais dicas de passeios com crianças em São Paulo

Programação fornecida pela produção/estabelecimento e sujeita à alteração. Confirme antes de sair de casa.

Horários
de 22/01/2021 a 25/07/2021
Ter a Dom
das 11h00 às 19h00
Horários sujeitos a alteração de acordo com possíveis novas determinações das autoridades públicas.
Farol Santander
Rua João Brícola, 24, Centro.
São Paulo, SP
01014-900
Brasil
abrir no GoogleMaps 11 3553 5627
Valores
R$ 25,00 Inteira
R$ 12,50 A partir dos 3 anos, pagam meia entrada e, a partir dos 12 anos, é necessária a apresentação de RG e carteirinha de estudante para o pagamen
gratuito Crianças de até 2 anos e 11 meses não pagam ingresso
Ingresso inclui visitação completa ao Farol Santander, compra pelo site e bilheteria física no local
Idade recomendada