divulgação

Exposição “Tarsila Popular”, no MASP!

MASP - Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand

A partir de 5 de abril o Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand (MASP) recebe a exposição “Tarsila popular”, reunindo cerca de 120 obras da artista, entre pinturas e desenhos das três principais fases de sua carreira: “Pau-Brasil”, “Antropofágico” e “Social”.

Figura central do modernismo brasileiro, Tarsila do Amaral (1886-1973) estudou as técnicas acadêmicas tradicionais na Europa, onde conviveu com pintores como André Lhote (1885-1962) e Fernand Léger (1881-1955). Mas foi no seu retorno ao Brasil, em 1922, que a artista passou a seguir as ideias vanguardistas europeias na sua forma de representar o país. Nesta mesma época ela foi apresentada por Anita Malfatti ao poeta e pintor Menotti del Picchia (1892-1988), ao escritor Mário de Andrade (1893-1945) e ao futuro marido Oswald de Andrade (1890-1954), formando com eles o Grupo dos Cinco.

Voltando-se para personagens, temas e narrativas ligados ao popular brasileiro, ela reproduziu em seus trabalhos cenas de Carnaval, favelas, feiras ao ar livre, a religiosidade e as lendas indígenas - caso das obras “A cuca” (1924), “Abaporu” (1928) e “Batizado de Macunaíma” (1956).

Imperdível: Além do clássico “Abaporu”, que atualmente faz parte do acervo do Museu de arte latino-americana de Buenos Aires (MALBA), outra grande estrela da mostra é a pintura “Um pescador” (1925), exposta pela primeira vez no Brasil e parte do acervo do museu Hermitage, na Rússia.

Curiosidade: A obra “Abaporu”, cujo nome de origem indígena significa “homem que come carne humana—tipo de ritual praticado por algumas tribos brasileiras, inspirou o Manifesto Antropófago, de Oswald de Andrade, que propunha a apropriação e deglutição, pela cultura nacional, do legado cultural europeu, para devolvê-lo ao mundo sob a forma de uma produção cultural própria, brasileira.

  • A abertura de Tarsila popular integra o ciclo “Histórias das mulheres, histórias feministas”, que guiará a programação da instituição ao longo de 2019.

Programação fornecida pela produção/estabelecimento e sujeita à alteração. Confirme antes de sair de casa.

Horários
de 05/04/2019 a 23/06/2019
Ter
das 10h00 às 20h00
Qua a Dom
das 10h00 às 18h00
Estacionamento: é preciso carimbar o ticket do estacionamento na bilheteria ou recepção do museu.
MASP - Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand
Avenida Paulista 1.578, Bela Vista 
São Paulo, SP
01310-200
Brasil
11 3251 5644
Valores
R$ 40,00 Inteira
R$ 20,00 Meia (estudantes, professores e maiores de 60 anos)
gratuito Entrada gratuita às terças-feiras, durante o dia todo
gratuito Menores de 11 anos
R$ 18,00 Estacionamento CAR PARK - até 12h (Alameda Casa Branca, 41)
R$ 20,00 Estacionamento PROGRESS PARK (Avenida Paulista, 1636)
Idade recomendada
de 5 a 9 anos
de 9 a 13 anos